terça-feira, 8 de setembro de 2009

TRANSFORMAÇÃO

Tenho pedido ao Senhor que a cada dia eu viva de acordo com o Seu querer. Deus é Aquele a quem mais amo. É tudo para mim. Nada melhor do que viver em Sua Presença e estar no centro de Sua vontade.
A cantora Aline Barros gravou uma música em seu CD “Som de Adoradores”, que se intitula: “Sonda-me. Usa-me”(Autores: Aline Barros, Edson Feitosa e Ana Feitosa). A letra é uma oração a Deus em que os autores pedem ao Senhor: “Sonda-me, quebranta-me, transforma-me, enche-me e usa-me...” e: “Como um farol que brilha a noite, como ponte sobre as águas, como abrigo no deserto, como flecha que acerta o alvo, eu quero ser usado da maneira que Te agrade em qualquer hora e em qualquer lugar.
Eis aqui a minha vida. Usa-me, Senhor! Usa-me!”.
Quando ouvi esta canção pela primeira vez, fui imensamente tocada.
Na realidade este é o desejo do meu coração.
O que implica uma oração desta natureza?
Sonda-me! Nada, absolutamente nada posso esconder de meu Deus.
Quebranta-me! Estou disposta a receber de meu Senhor o tratamento da quebra do meu eu.
Transforma-me! Não serei mais a mesma, assim como a borboleta não é mais a lagarta.
Enche-me! Esvaziada do meu eu, só restará a Pessoa de meu Senhor Jesus Cristo.
Usa-me! Então, finalmente, Deus usará a mim conforme o Seu querer. Não me pertenço mais.
Ao nos entregarmos desta maneira nas mãos do Senhor, um vendaval tirará do lugar tudo aquilo que acreditávamos termos arrumado. Nada será igual. Mas, querem saber?
É incomparavelmente melhor após o vendaval do Espírito!.
Se você for orar deste modo, creia que assim será.
Ao invés de sermos juízes, seremos irmãos.
Ao invés de sermos carrascos, seremos a mão que ajuda a levantar.
Ao invés de sermos altercadores, seremos reconciliadores.
Ao invés de sermos egoístas, seremos altruístas.
Ao invés de sermos intolerantes, seremos longânimos.
Ao invés da ira, brotará o amor e a sinceridade.
Ao invés de provocarmos divisões, promoveremos a união.
Ao invés de sermos instrumentos de mágoas, seremos instrumentos de perdão e misericórdia.
Ao invés de sermos difamadores, seremos intercessores.
Ao invés de sermos tropeço, seremos aquele que limpa o caminho.
Ao invés de sermos implacáveis, seremos mansos e humildes.
Ao invés de buscarmos nossos interesses, nos alegraremos com o crescimento do próximo.
Ao invés de vivermos para nossa própria glória, viveremos para a glória de Deus!
Palavras são poucas para expressarmos o que é ser Esposa de Pastor.
Ser Esposa de Pastor é um privilégio que não merecemos, mas aprouve a Deus nos colocar nesta “posição”. Sejamos sempre dependentes DELE, nunca nos esquecendo que, antes de tudo, somos membros do corpo de Cristo.
Vivemos sob Proteção do Senhor e somos vencedores. Ele nos ilumina, concede-nos sabedoria.
Sejamos sempre vigilantes em oração e, tenhamos prazer em viver com e por Ele.
Deus te abençoe!
Como o “servo bom e fiel", sejamos.
E o SENHOR nos encontre preparadas para a volta de Jesus Cristo, o Amado Redentor!
Ethel da Silva Maia Martins


Um comentário:

  1. Parabéns pelo belíssimo trabalho com o blog. Já estou seguindo.

    Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar segui-lo, será uma honra.

    Seus comentários também serão muito bem-vindos.

    www.hermesfernandes.blogspot.com

    N'Ele que era, que é e que há de vir.

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante. Agradeço a sua visita. volte sempre. Abraços da Ethel.