quinta-feira, 20 de maio de 2010

MULHER INTERCESSORA E CHEIA DE FÉ!

Alguns dias atrás estava lendo Mateus 15. 21-28. Fiquei emocionada ao ver o exemplo daquela mulher cananéia (ou siro-fenícia, como relata Marcos 7). São vidas assim que me ajudam  a cada dia.
Como mulher devo orar, clamar, pedir, rogar ao Senhor pela igreja. Destaco que aquela mulher, embora não pertencesse ao povo escolhido, o povo de Israel, sim, aquela mulher demonstrou tamanha fé que nem mesmo entre seu povo Jesus encontrara. Ela era uma mulher intercessora e cheia de fé.
A mulher cananéia estava passando por um momento muito difícil por causa de sua filha, esta se encontrava endemoninhada. Ao saber que Jesus estava em sua região ela não perde a esperança e a oportunidade de ir atrás de Jesus e seus discípulos gritando, clamando por misericórdia.  Ela roga por sua filha. O que aprendi com esta mulher?

1) Ela reconhece e adora Jesus. Diante de Jesus uma mulher adoradora com problemas, aflita, sim, mas confiante Naquele que é Senhor sobre tudo e todos. Ela O adorou e ao assim fazer demonstrou total dependência Dele, reconhecendo-O como Senhor e o Único capaz de salvar sua filha. Ela foi à pessoa certa. Adorar e reconhecer Jesus como Senhor é algo que não posso abrir mão. A cada dia devo reconhecê-LO como tal. Diante da certeza de quem era Jesus ela faz o seu pedido e intercede veementemente a favor de sua filha. O verdadeiro Senhor é digno de verdadeira adoração. Vamos lutar em oração para vermos a igreja curada.

2) Ela perseverou. Ela pediu e Jesus ficou quieto. Os discípulos já estavam impacientes com ela. Diz o evangelista que eles disseram a Jesus: "Despede-a, pois vem clamando atrás de nós". Mas a mulher perseverante, adorando o Senhor mais uma vez clama: "Senhor, socorre-me!" Não importa as circunstâncias ou o que vemos e escutamos. Devo perseverar em oração.  Uma mulher perseverante diante do Senhor faz uma grande diferença. Ao orar clamando devo crer que Ele me ouve. Não vou desistir. Peço socorro porque sei que o "socorro vem do Senhor" (Sl. 121. 2). A mulher perseverou.
Se estou diante do Senhor não devo desanimar. Não devo parar de clamar. Devo perseverar.

3) Ela era humilde e cheia de fé. Esta mulher adoradora e perseverante não era orgulhosa, presunçosa. Ela entendia a primazia dos judeus em relação a Jesus e à salvação. Ela sabia que não era merecedora da bênção de Israel. Jesus respondeu a ela: "não é bom tomar o pão dos filhos e lança-los aos cachorrinhos". Essas palavras de Jesus parecem estranhas e rudes. Mas Jesus "suavizou" o termo. Os judeus chamavam os gentios (os que não são judeus) de "cachorros". Jesus usou "cachorrinhos" que significa "cachorrinhos que viviam nas casas, animais de estimação, filhotes" (Comentário Bíblico Moody, vol.4). Ela humildemente esperava os restos, as migalhas caem no chão, assim como os cachorrinhos. O Dr. Russel Shedd diz: "ela esperava o benefício das sobras daquelas bênçãos". Humildemente ela reconheceu que nada merecia e sua era grande em Jesus, o Filho de Davi. Nada iria detê-la. Ela reconhecia sua condição de gentia e sem condições de receber bênção nenhuma, porém, sua fé mostrava-lhe que estava diante do Senhor que tudo pode e cheio de misericórdia. Era como se ela dissse: "Eu sei, Senhor, que não sou digna, não mereço, mas eu creio no Senhor, tenho fé em Ti, espero por uma pequena porção, uma migalha que seja da bênção maior destinada aos filhos".  Como foi humilde. Que fé! Diante do Senhor devo ter uma fé que ultrapassa as montanhas de lutas, uam fé que não olhe os empecilhos, mas, sim a Jesus. Somente a fé real e única Nele agradará a Deus pois "sem fé é impossível agradar a Deus" (Hb.11. 6)

Ao ver a fé daquela mulher Jesus disse: "Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres". Naquele instante a menina foi curada. Ficou livre. Jesus curou à distância. A mulher volta para casa e acha sua "menina sobre a cama...o demônio a deixara", como nos diz Marcos 7. 30
Jesus é Aquele que "sonda mente e corações" (Ap. 2. 23) As pessoas veem apenas o exterior mas Ele vê  e conhece o meu coração.

Devo interceder diante do Senhor como esta mulher.
Buscando-O em primeiro lugar.
Orando sem cessar, sendo humilde e
tendo uma fé real e verdadeira Nele, Jesus Cristo.

Uma mulher intercessora e cheia de fé alcança a bondade do Senhor!

2 comentários:

  1. Ser intercessora é estar em sintonia constante com o espírito de Deus, para compreendermos a hora e o momento certo de buscá-Lo mais intensamente.
    Amei sua mensagem!
    Vera

    ResponderExcluir
  2. Amei a mensagem!
    Bênção mesmo!
    Vera

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante. Agradeço a sua visita. volte sempre. Abraços da Ethel.