domingo, 17 de junho de 2012

OS SEGUIDORES


Quanto há em nós da Palavra? Realmente a temos guardado?
A prática da Palavra de Deus é necessária e urgente. A enorme distância entre o falar e o agir de acordo com o ensino da Palavra, causa-nos espanto e tristeza.
Como esposa de pastor ou não, nosso dever, como reais seguidores de Jesus Cristo  e pessoas cheias do Espírito Santo é vivermos o Evangelho dia a dia. O que vemos hoje, na maioria das vezes, é um evangelho falsificado e pirateado pelo Inimigo sendo praticado.
Onde andará a devoção e estudo pessoal da Palavra? Onde andará aquele tempo passado, a sós com Deus e Sua Palavra?
Por tanta falta de conhecimento da Palavra erra-se e o amadurecimento espiritual se torna defeituoso ou isento.
Horas de leitura da Palavra são trocadas por bobagens, guloseimas oferecidas pelo sistema mundano e secular, através de vários meios incluindo os de comunicação.
Aquilo que é virtual se torna mais importante e a realidade de mantermos comunhão uns com os outros, seja numa simples visita, se transforma em uma tarefa complicada e difícil. O tempo para estarmos com a família, amigos e irmãos reais são tão corridos e escassos. Sofremos com a indiferença,  a falta de diálogo e companheirismo. Olho no olho, mãos e abraços humanos verdadeiros se tornam tão distantes. A frieza nas relações reflete, em muitos momentos, o quão distantes nos encontramos da Palavra que nos instrui: “Irmãos, não falem mal uns dos outros.”[1] Ou, “Irmãos, não se queixem uns dos outros.”[2] Ou, ainda: “Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus. Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salva-los. Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o  homem que observa atentamente a lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer.”[3]
Oh, que a Palavra do Senhor, o Seu Evangelho genuíno, se torne real em cada um de nós, seguidores reais de Cristo vivendo num mundo real. E como o salmista, possamos dizer e viver: “Guardei no coração a Tua palavra para não pecar contra Ti.”[4]
Em Jesus Cristo, Aquele que é Rei, Vencedor, Vivo, Soberano, o Único que nos propõe uma vida plena e eterna. Jesus Cristo não tem Twitter. Jesus Cristo não tem Facebook e, Ele  nos diz: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me”[5].
Ethel Martins





[1] Tg. 4. 11
[2] Tg. 5. 9
[3] Tg. 1. 19-25
[4] Sl. 119. 11
[5] Lc. 9. 23

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante. Agradeço a sua visita. volte sempre. Abraços da Ethel.