quinta-feira, 13 de outubro de 2011

O SILÊNCIO DE DEUS

"Alguém ou alguma coisa caminhava ao seu lado. Nas trevas não podia ver nada. E a coisa (ou pessoa) ia tão silente que ele mal podia ouvir Suas pisadas. Ouvia, sim uma respiração: o Invisível Companheiro de fato respirava com vontade;...O Companheiro Invisível caminhando e respirando ao seu lado. Shasta pergunta: "Quem é você?" - o Invisível responde: "Alguém que esperava por sua voz". (Do livro "O Cavalo e Seu Menino" - As Crônicas de Nárnia de C. S. Lewis, quando Shasta sente pena de si mesmo. Chora sentindo-se o mais "desgraçado" de todo o mundo).

"Com a minha voz clamo ao SENHOR, e Ele do Seu santo monte me responde" Sl.3.4 (Salmo de Davi)

"Elevo a Deus a minha voz e clamo, elevo a Deus a minha voz, para que me atenda. No dia da minha angústia, procuro o Senhor; erguem-se as minhas mãos durante a noite e não se cansam; a minha alma recusa consolar-se." Sl. 77.1,2 (Salmo de Asafe)

"Se Me pedirdes alguma coisa em Meu Nome, Eu o farei." disse Jesus, Jo. 14. 14

Quantas vezes sentimo-nos assim, Parece que estamos sós. Não há ninguém por perto. A quem vamos clamar? Quem ouvirá nossa voz?  Podemos ter pessoas ao nosso redor e termos dificuldades de expressar em palavras o que realmente está dentro de nós. E muitas coisas não podemos falar mesmo. Esta realidade se faz presente na vida da esposa de pastor. 
É interessante que nestes momentos sentimo-nos tão desamparados como o personagem Shasta e chegamos a conclusão de que não há ninguém.
O salmista também pensou assim,para ele Deus estava longe e havia se esquecido. O silêncio de Deus o incomoda. Deus se escondeu? Não está Ele vendo o que estou passando? Não sabe Ele das minhas necessidades? 
Toda essa ideia nos sobrevêm. E passamos a nos sentir como se fossemos o mais "desgraçado" de todos. Puxa vida! Ninguém por perto. Ninguém comigo. Ninguém presente neste meu caminhar. Que silêncio!
Deus ficou quieto. Não ouço Sua Voz. Não O vejo. 
Mas, num lance misto de medo e surpresa, Alguém parece caminhar conosco. 
Será que só agora alguém resolveu postar-se ao meu lado?
Veja bem, ficamos tão absortos em nossos pensamentos  e lutas que nem percebemos a presença do "Companheiro Invisível", que nunca nos abandonou . Ele silenciosamente vai conosco. Sua Presença é marcante, pois, não sentimos Seu respirar? Não O vemos, mas Ele anda ao nosso lado. Se deixarmos de vermos e percebermos somente as trevas, as dificuldades, as angústias, e até mesmo o não queremos que nossa alma se console, prestaremos atenção nas pegadas suaves de Alguém Especial. 
Mas por que Ele não fala?
Tantas coisas pensamos. O Salmista chega à conclusão de que tudo era fruto de sua aflição. "Então, disse eu: isto é a minha aflição; mudou-se a destra do Altíssimo" Sl. 77.10
Ora, Deus não muda. Ele continua lado a lado conosco. Nós sim, somos esquecidos, alheios, não percebemos muitas coisas essenciais, não queremos o consolo. Por isso o silêncio de Deus.
Como vou gozar de Suas bênçãos e ouvir Sua voz? Somente quando eu falar, soltar a minha voz, conversar com Ele, pois Ele espera para ouvir nossa voz. Ele gosta de ouvir-nos. 
O salmista clamou, falou e depois viu e entendeu que "Deus é Grande" Deus opera maravilhas" Deus conduz o Seu povo", é só continuar  lendo o Sl. 77 e verás a mudança a partir do v. 10.
Em todo tempo o "Companheiro Invisível"  esteve ao lado de Shasta, o livrou de muitos perigos, o conduziu no caminhar, mas Shasta somente sentia medo, e acreditava que tudo ele fazia sozinho. Ninguém estava lá para o amparar e o guardar. Mesmo quando enfrentava a noite escura dormia só e com medo. Mas o "Companheiro Invisível" o livrara das feras na escuridão noturna e ele nem vira.
Pensamos: " Estou só. Deus está longe e silenciou. O grito que eu der ninguém ouvirá. Minha voz não encontrará nenhum ouvido para escutá-la. Deus se esqueceu." 
O Silêncio de Deus é triste. Mas tenho que caminhar. Você percebe agora que o silêncio de Deus tem seus propósitos? O silêncio de Deus nos faz ouvi-Lo resfolegando suavemente, pisando conosco o caminho, muitas vezes, cheio de armadilhas e inimigos. O silêncio de Deus nos revela que Ele luta por nós. O silêncio de Deus é  Paciente por esperar por sua e minha voz.
Em Jesus Cristo, Aquele que sofreu o terrível silêncio de Deus lá na cruz, para que você e eu pudéssemos gozar de Sua Doce e Afável Presença todos os dias até o fim dos tempos. Mt. 28. 20 b
Ethel Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante. Agradeço a sua visita. volte sempre. Abraços da Ethel.