domingo, 31 de maio de 2009

Amo sempre louvar a Deus. Gosto de vários hinos e um deles é o “Firmeza na Fé” – (H. Novo Cântico nº 97 – E. Mote – F.C.da Silva), especialmente a 2a estrofe que diz:
“Se não Lhe posso a face ver, é pela fé que vou viver;
em cada transe a suportar eu hei de NELe confiar
”.
Reparto contigo esta mensagem que muito tem me ajudado. Espero em Deus que seja para teu coração uma fonte de alento. Deus te abençoe!

ONDE O DEIXAMOS?

“Mas logo Jesus falou com eles, dizendo: -Coragem, Sou Eu! Não tenham medo!” – Mc.6.50 NTLH

Por vezes vivemos momentos de total escuridão. Não temos onde apoiar. O chão falta. Toda a paisagem muda, mesmo com o dia ensolarado. Temores. Nada está firme. Temos dificuldades em tocar o barco. Os ventos são contrários. Estamos apavorados. Aterrorizados. A visão nos engana. Surgem pensamentos estranhos, fantasmas assustadores. -“Nunca pensamos que ficaríamos nesta situação!”; -“Não será a mesma coisa!” – “Se tivéssemos agido de outra forma? Quem sabe?...” – “Estamos aqui no meio desta imensidão sem fim de dores, lutas e tristezas. Olhamos para todos os lados e nada! Ninguém! Somente a frieza da noite infinda. Vamos sucumbir!. É angustiante!”. Estamos sós. O que fazer?
Nesta hora, a hora mais escura da noite, a madrugada, sentimos Alguém se aproximar. ELE quer tomar a frente. Ir adiante. Mas estamos totalmente paralisados pelo temor. Assustados, gritamos.
Até nos esquecemos DELE. Onde foi que O deixamos mesmo? Não lembramos. ELE insistiu para que prosseguíssemos e prometeu estar conosco, mas agora já percorremos uma grande distância e é muito difícil ELE chegar até nós. Rejeitamos SUA Presença pois não mais O reconhecemos. É apenas um fantasma. Fruto de nossa imaginação.
Mesmo com dificuldades queremos seguir em frente. Mas não adianta remarmos, as ondas são maiores e fortes. Vamos para o fundo.
Esse “fantasma” se aproxima.
Esperem. Ouçam: -“Coragem, SOU EU! Não tenham medo!”. Não pode ser! Por cima destas bravias ondas, trevas e ventos? Sim, nós conhecemos esta voz. Voz suave, firme, cheia de autoridade e que transmite confiança.
Como pudemos imaginar que ELE nos deixaria sozinhos? Como nossa mente se fechou?
Estamos atônitos! Sem palavras!
É ELE mesmo!
Onde está o vento destruidor? E as ondas furiosas para onde foram?
Continuamos no meio do mar, nada enxergamos. Mas a paz, a tranquilidade e o prazer de SUA Presença nos conduz em segurança ao lugar para onde devemos ir. ELE subiu e adentrou em nosso frágil barco.
Perdão, SENHOR, por duvidarmos. Perdão por nossa pequena fé.
Só nos resta prostrarmos ante TUA GRANDEZA COMPASSIVA e ADORA-LO, PRECIOSO FILHO DE DEUS!
CRISTO JESUS, o SENHOR JAMAIS NOS PERDE DE VISTA mesmo que nós O esqueçamos e O percamos de nosso campo visual.
Ethel

Referências Bíblicas: Mateus 14. 22 - 34; Marcos 6. 45 - 52 e João 6. 16 – 21





















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante. Agradeço a sua visita. volte sempre. Abraços da Ethel.