domingo, 25 de janeiro de 2015

Parecidos com Ele



Ao refletir sobre aquilo que agrada a Deus e 
como viver de maneira intensa a vida de Jesus em nós, 
percebemos, conforme nos ensina a Palavra, 
que o amor vivido diariamente, 
onde todos os frutos decorrentes deste amor real, 
se materializam em nossa vida,  sem esforço, 
sem barganhas, sem embaraços, sem questionamentos, 
é o que realmente nos torna parecidos 
com  Aquele a quem chamamos de Senhor e Salvador. 
Simplesmente somos instrumentos 
levados pelo Amor Imensurável. 
(Texto escrito em 02/01/2015)

Da irmã, amiga, companheira e serva Ethel Martins

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

O MAIOR

Se nos fosse dado conhecer o futuro,
 fatalmente o orgulho prepotente nos afetaria. 
Ao menor conhecimento que temos 
logo nos julgamos maiores e poderosos. 
Como somos miseráveis!

Aquele que é o Supremo Criador, 
o Deus Eterno, o Deus Forte, o Onisciente, 
Onipotente e Transcendente a tudo e a todos, 
Ele mesmo abriu mão de Sua Glória e 
Riqueza incontável a nós, 
pequenos seres, sim, Ele em humildade e mansidão, 
amor e compaixão veio e 
nos mostrou que o MAIOR é aquele que SERVE.

(Texto escrito em 04/01/2015)

Abraços da amiga, irmã, companheira e serva Ethel Martins 

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

O Doador da Alegria



A alegria verdadeira não está vinculada a 
nenhuma circunstância terrena material que vivemos. 
Não é algo palpável. 
A alegria verdadeira não são amores fortuitos, 
não é  abandonar valores éticos e 
princípios em nome de uma vã liberdade. 
A alegria verdadeira procede DAQuele que é Alegria. 
É alegria eterna, que jamais inferno, 
outra criatura ou circunstâncias poderão tirá-la de nós. 
Simplesmente porque Alegria vive em nós.

Da amiga, irmã, companheira e serva
Ethel Martins

(Texto escrito em,  MG 05/01/2015) 

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

TEMOR e SABEDORIA

Quem é carente de sabedoria? 
Hoje em dia ser sábio é algo imprescindível. 
Sabedoria não é somente conhecer tudo.
Sabedoria não é estudar livros e livros, 
ler ou cursar uma boa universidade.
Sim, adquirimos o saber lendo e estudando. 
O que estou dizendo é:
A sabedoria está ligada ao temor.
Quem teme inicia-se no conhecimento da sabedoria e 
vive uma existência sábia.
Sem demora explico que este temor não é medo e, sim, 
respeito em amor e reconhecimento.
Se realmente queremos a sabedoria verdadeira, então, 
devemos temer ao SENHOR,
Amando-O acima de tudo e todos, 
respeitando-O, honrando-O e 
reconhecendo-O como o Único SENHOR.
Neste mundo tão caótico, cheio de filosofias e religiosidade 
o Espírito Santo nos diz, que:
"O Temor do SENHOR é o princípio do saber..."
A Sabedoria nos exortará, guiará e firmará nossos passos.
A Sabedoria nos diz que devemos obediência a Ele, o SENHOR!

Pense:
Você já adquiriu sabedoria?

Dica:
Leia Provérbios, capítulos 1, 2 e 3

domingo, 4 de janeiro de 2015

2015!

2015 !

Novo.
Acabou de chegar.
Não sabemos o que virá.
O Senhor do Tempo e da História controla,
com Onipotência, isto é certo.
Nossa oração deve ser:

“Venha o Teu reino;Seja feita a Tua vontade,
assim na terra como no céu.”*

Que nossa satisfação seja Cristo Jesus,
Aquele em quem Deus se compraz.
De maneira incessante devemos buscá-LO, em oração.
Que na Palavra Dele tenhamos prazer.**
Nossos passos tenham a direção DAquele que é o Caminho.
Que haja produção cotidiana, em nós, do fruto espiritual: Amor!***


Leia: *Mateus 6.10; **Salmos 119. 70 e ***Gálatas 5. 22 a 26

sábado, 25 de outubro de 2014

CONHECER A DEUS PARA SER REANIMADO!

Muitos poderiam escrever. Creio que existam melhores escritores do que eu. Sou apenas uma mulher que coloca no papel e/ou blog, palavras que falam ao meu coração e que, de maneira misericordiosa, DEUS concede-me o privilégio de compartilhar com outros. Uso esse meio para despertar e ajudar, ministrando ao  coração palavras de ânimo, bálsamo para a vida. 
Entendo que o Espírito Santo é Aquele que detém o poder o Consolador. DEUS é: o “DEUS de toda consolação”. (II Co.1.3), mas, neste mesmo texto diz que: “É Ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por DEUS.” (II Co.1.4).
Quando olhamos para nós mesmos ou para as situações ou, ainda, para pessoas ao nosso redor, sempre estaremos vulneráveis a desanimarmos e ficarmos prostrados numa letargia sem fim, pensando em quanto nossa vida é sem sentido, tudo o que fazemos parece cair num vazio. Nossas orações, acreditamos nem serem ouvidas. O trabalho torna-se enfadonho e é com tremendo esforço que o fazemos. Ora, não é assim que Deus quer que vivamos. 
Outro dia li na Palavra Divina, em I Samuel 30.6, que Davi estava angustiado, o povo queria apedrejá-lo porque  estavam com amargura, pois seus filhos, filhas e mulheres tinham sido  levados cativos pelos inimigos amalequitas. A angústia e amargura do povo se voltaram contra a vida de Davi e ele também se angustiou, e com razão. Eles tinham chorado muito, até perderem as forças (veja no versículo 4).
Não pouca vezes, é assim que nos encontramos. Sem forças, sem alento.
Não obstante a toda aquela situação triste e desalentadora, o que fez Davi? Ele chorou, perdeu as forças se angustiou e quase morreu apedrejado. Davi não ficou à mercê daquela situação por muito tempo. Ele sabia a quem sua vida pertencia, ele conhecia o seu DEUS.   “Davi se reanimou no SENHOR seu Deus”. Quando conhecemos a DEUS, verdadeiramente, sabemos de onde virá o ânimo renovado. E Davi não era ignorante quanto aquilo que DEUS poderia fazer e nem quanto quem era o seu DEUS. Ele se reanimou, não nas situações nem nas palavras de alguma pessoa angustiada, igual como ele se encontrava. Ele se reanimou no SENHOR seu DEUS. E com a sabedoria e lenitivo, naquele momento difícil e triste, que o SENHOR lhe concedera, ele conversou com DEUS e  seguiu debaixo da orientação Divina. (I Sm.30.7-9). Podemos ver como ele “salvou tudo quanto haviam tomado os amalequitas; também salvou as suas duas mulheres. Não lhes faltou cousa alguma, nem pequena nem grande, nem os filhos, nem as filhas, nem o despojo, nada do que lhes haviam tomado: tudo Davi tornou a trazer.”(I Sm. 30. 18).
Conheçamos  O “DEUS te toda consolação!”  Como? Basta nos dedicarmos em oração e prática da leitura Bíblica. Volvamos nossos olhos para ELE.
Em momentos de desânimo total, sem perspectivas, sem apoio, sem saída, vamos nos lembrar DAquele, SENHOR que conhecemos, NELE e somente NELE nosso ânimo será revigorado.
Em Jesus Cristo, reanime-se no SENHOR seu DEUS!  ELE concederá o lenitivo e dará a direção.
Da amiga irmã, serva, companheira, esposa de pastor e dona de casa,

sábado, 6 de setembro de 2014

AMOR INIGUALÁVEL - João3. 16

Quem amou:
                      Deus.
A quem amou:
                      ao mundo.
Como amou: 
                      de tal maneira.
Prática desse amor:
                      deu Seu Filho Unigênito.
Com que objetivo:
                      resgatar da morte.
Quem é resgatado:
                      todo o que Nele crê.
A glória desse amor:
                      não morrer, mas ter a vida eterna.

Vamos viver este amor!
Da amiga, irmã, companheira e serva 
Ethel Martins

quarta-feira, 28 de maio de 2014

HÁ VIDA!

Já faz algum tempo que não escrevo.
Este é o primeiro post deste ano de 2014.
Isso porque, só escrevo e posto, quando tenho a direção do Espírito 
que incentiva e consequentemente, tenho vontade de fazê-lo.
Creio que nada é por acaso ou coincidência.
Então, nesta manhã, disponho este pequeno texto que desde  2012
tem falado ao meu coração e me instigado a crer somente NEle!
Graça e paz!

Por que vos alvoroçais e chorais?”
Marcos 5. 36, 39

Diante da morte da filha de Jairo Jesus fez a pergunta acima. 
E quando Ele disse que a menina não estava morta, 
mas dormia, as pessoas “riam-se Dele”.
Hoje ao passarmos por momentos profundamente tristes 
 Jesus pode nos perguntar a mesma coisa. 
Como estamos respondendo a esta questão?
Jesus não estava sendo irônico ou sarcástico. 
Jesus mostrou firmeza e foi categórico. 
Ele não deixa dúvidas de que o controle está em Suas mãos. 
Ele tem ciência da aflição da família e amigos. 
Jesus ternamente, em compaixão, indaga o motivo do choro e perturbação, 
pois, não fora Ele chamado para curar a menina?
Jesus Cristo é, não somente o que cura, 
mas Aquele que restitui a vida. 
Jesus conhece os corações e com toda autoridade 
traz a menina da morte para vida e entrega-a  aos seus. 
Grande espanto veio sobre todos.
 Primeiro risadas,  e depois espanto.
Morte é inatividade, insensibilidade, é separação. 
Espiritualmente podemos nos encontrar assim: insensíveis e separados. 
Desespero, choro e alvoroços no coração. 
E quando vamos a Jesus em oração clamando: 
“Venha, pois já estou quase “morrendo” e a 
situação está insuportável, só o Senhor pode agir”
Jesus pergunta-nos: “Por que vos alvoroçais e chorais?” 
Creia não é o fim, há vida
“Estou aqui! “Não temas; crê somente!”
    

Escrito em 19/11/2012 por Ethel Martins

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Momentos!

São tantos os momentos...
Cada minuto, segundo, hora...
São dias já passados que não voltam mais.
O futuro está a nossa frente.
O hoje é como o gozo daquilo que já vivemos ou o
Vislumbre do que podemos viver.
A certeza é a de que houve, há e haverá sempre
O Controlador de Tudo e Todos.
Nada está longe de Seus Olhos e Mãos.
A tristeza e a lágrima, a dor e a solidão,
A alegria e o sorriso, o amor e a compaixão,
A hipocrisia e a distância, a frieza e a insensibilidade,
A misericórdia e o perdão, a honestidade e a autenticidade,
O aconchego e o companheirismo, o amor sem cobranças.
Obrigada, Deus, por todos estes momentos vividos,
Em cada um cresci, amadureci, aprendi a ouvir-Te.
Em cada momento fui corrigida e educada por Ti.
Obrigada, porque vejo a minha pequenez
E Tu revela e faz-me contemplar a Tua Grandeza!
Ethel Martins


 Feliz 2014!